[Resenha] O Sonho de Eva


Título: O Sonho de Eva
Autor: Chico Anes
Páginas: 304
Ano: 2012
Editora: Novo Conceito
Sinopse: Dra. Eva Abelar, autoridade mundial em sonhos lúcidos, é informada de que seu filho, Joachim, uma criança autista, desaparece na mesma noite em que sua irmã, Anna, pula do 20º andar de um edifício em São Paulo. Anna era a principal cientista do projeto DreamGame, invento revolucionário que permite à pessoa jogar enquanto dorme. Eva é convidada por Yume a assumir o lugar da irmã e, à procura de respostas, se envolve em uma trama perigosa, que alcança os limites dos desejos inconscientes do homem. Enquanto usa seus conhecimentos para desvendar a morte de Anna e reencontrar Joachim, Eva descobre o quanto a sociedade está vulnerável à tecnologia e aos estímulos subliminares, e como esses estímulos podem sequestrar a liberdade e extinguir o livre-arbítrio.

O Sonho de Eva conta a história da Dra. Eva Abelar que desenvolveu a teoria sobre os sonhos lúcidos e superconsciência, ou seja, ter consciência de que você está sonhando.
Eva estava viajando para o exterior para fazer palestras sobre sua pesquisa quando recebe a noticia de que sua irmã pulou do prédio em que morava e está morta, a doutora fica desesperada com a perda da irmã e quando pergunta pelo seu filho, Joachim, os policiais dizem que não havia ninguém no apartamento.
A partir de então Eva tenta desvendar a morte da irmã (uma vez que ela não acredita no suicídio) e com o sequestro do filho que a deixa ainda mais preocupada por ser um garotinho de apenas seis anos e autista.
Ela volta ao Brasil para lidar com todos os seus problemas e recebe uma oferta para trabalhar na empresa que a irmã trabalhava. Eva acaba aceitando, pois acredita que a empresa e o experimento que está sendo produzido podem dar respostas sobre a morte de Anna e o paradeiro de Joachim. Ela ainda conta com a ajuda de Alec, seu melhor amigo e ex-namorado.
Aceitando a proposta da Yume, Eva se envolve numa trama perigosa onde dormir e sonhar podem ser muito perigosos.

 “—A mesma coisa? Prazer e terror podem ser a mesma coisa? Não importa. Você, que ganha a vida como mercenário, é bom saber: sonhos vão ser as armas das guerras deste século.” (pág. 6)

Achei a história sobre os sonhos lúcidos muito interessante. Imagina estarmos sonhando e sabermos que aquilo é um sonho, é incrível, pois poderíamos disfrutar de tudo com consciência de que era apenas um sonho.
Lógico que há também toda a parte do quanto pode ser assustador sonharmos e fazermos o que estamos sonhando achando que não vamos nos machucar, mas na verdade pode sim acontecer coisas ruins.
O livro é bom, não vou dizer que ele é ótimo porque também não é para tanto. A história dos sonhos lúcidos é ótima, mas como a Eva acaba se metendo em algo tão perigoso sem pensar muito nas consequências é um pouco sem nexo. Em alguns momentos eu achei que ela era muito burra, tudo bem que ela queria o filho de volta, mas ela podia tentar de uma maneira mais racional (não vejo como ficar presa em um lugar subterrâneo fosse ajuda).
Enfim, o livro tem seus bons e maus momentos, mas a história é intrigante. Recomendo para quem quer aprender mais sobre sonhos, Id, Ego e Super Ego. O final é satisfatório (nada de inacreditável, mas pelo menos Eva consegue provar algumas coisas).






5 comentários:

Roberta Sheyler disse...

Super certinha a resenha, adorei...simples e com conteúdo! Tb achei bacana o fato de poder ter consiencia de que vc está sonhando.. ia ser super últil qndo eu sonhasse com o Ian Somehalder rsrsrsrs já pensou!

Add o blog, se tiver face ou twitter e quiser que eu siga.. é só dizer ;DDD

bjokas
http://sonhosliterario.blogspot.com.br/

territoriodascompradorasdelivro disse...

Oi, tudo bom?
Gostei muito da sua resenha, gostaria
muito de ler este livro, parece ser
emocionante.
Poliana Araújo
Território das garotas
@territoriodg
Bjss *-*
Passa lá no blog?
http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

Lauri Brandão disse...

Sempre tive a vontade de ler esse livro, mas a faculdade toma todo o meu tempo rs.
Acho a ideia da estória bem interessante.
Estou seguindo seu blog, segue o meu?
Resenha - Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet.
Passa lá!
Manuscrito de Cabeceira
Bjs.

Beatriz Gosmin disse...

Adoro tudo o que envolve sonhos e acho que irei gostar da história do livro, mesmo ele não sendo inacreditável.

Uma leitura pra aliviar e se distrair é sempre bem vinda!

Beijos
Bia | www.livroseatitudes.com.br

Taty disse...

Eu fui em uma palestra com o autor e ganhei o livro pretendo ler um dia mas minha pilha esta grande achei bem legal falar dos sonhos ah já li muitas estorias sem nexo mas as vezes pode ser bom né

bjos

Postar um comentário