[Resenha] Estilhaça-me

Título: Estilhaça-me
Autora: Tahareh Mafi
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Páginas: 309


Sinopse: Juliette nunca se sentiu como uma pessoa normal. Nunca foi como as outras meninas de sua idade. O motivo: ela não podia tocar ninguém. Seu toque era capaz de ferir e até matar.
Durante anos, Juliette feriu e, segundo seus pais, arruinou tudo o que estava à sua volta com um simples toque, o que a levou a ser presa numa cela. Todo dia era escuro e igual para Juliette até a chegada de um companheiro de cela, Adam. Dentro do cubículo escuro, Juliette não tinha notícias do mundo lá fora. Adam ia atualizando-a de tudo. Juliette não entendeu bem o que estava acontecendo quando foi retirada daquela cela e supostamente libertada, ao lado de Adam, e se vê em uma encruzilhada, com a possibilidade de retomar sua vida, mas por caminhos tortuosos e totalmente desconhecidos.

Um aviso aos navegantes: Essa resenha contem MUITOS spoilers!!!

Minha Opinião: Minha nossa! Acho que nenhuma palavra será suficiente para descrever o que eu senti ao ler esse livro. É simplesmente bárbaro! É um pouquinho parado no começo, mas quando a ação começa é simplesmente de tirar o fôlego. Toques, amor proibido, fugas e luta por liberdade. Palavras que definem bem esse livro fantástico.
         
        Em um mundo onde a humanidade está completamente devastada, as doenças acabam com a população, não há comida suficiente para todos, os pássaros não voam mais e as nuvens tem definitivamente a cor errada. O Restabelecimento parecia ser a única salvação. Mas Juliette mal sabe o que acontece lá fora. Presa pelo Restabelecimento há 264 dias, ela está aprisionada em um hospício como se fosse uma louca. E talvez eles tivessem razão para pensar isso dela. Da ultima vez que ela tocara alguém, fora presa por assassinato.  
          Juliette passou a vida inteira escondida e desejando desesperadamente sentir o calor e toque humano. Mas, acima de tudo, ela desejava ser aceita. Seus próprios pais a encaravam como uma verdadeira aberração, capaz de arruinar tudo ao seu redor com apenas um toque e depois do ultimo (e fatal) acidente, ela fora presa e nunca mais ouvira falar deles. A única coisa que a mantinha sã dentro daquele inferno onde os dias se repetiam com uma lentidão agonizante, era um caderninho que ela levava consigo o tempo inteiro e racionava o uso de uma caneta velha.          
           Até que um dia ela ganha um companheiro de cela. Adam lindo chega e Juliette fica apavorada. Será um teste? Será que eles vão mata-la? Até que ela o reconhece! Adam era um dos seus antigos colegas de classe. Um que sempre pareceu aceitá-la embora nunca houvesse falado com ela. E quando ela finalmente começa a confiar um pouquinho nele, a verdade aparece. Ele era um dos soldados do Restabelecimento e estava ali para comprovar a sua sanidade mental. Para saber se ela seria útil para eles.
          Juliette é levada ao setor 45 e lá encontra Warner. Um homem louco e absolutamente desprezível, mas eu gosto dele mesmo assim que pretende usar seus dons para lutar contra os Rebeldes. Warner é extremamente obcecado por ela. Passou anos pesquisando e estudando seu dom. Ele achava que eles eram iguais. Raivosos com o mundo e com as pessoas que não os aceitavam ou compreendiam e com sede de poder e morte. Mas Juliette logo percebe que não quer ser o que ele propõe e decide não aceitar o terrível acordo e acaba descobrindo mais coisas sobre seu passado e o passado de Adam que definitivamente vão mudar sua vida.
          E quando ela acreditava que perderia Adam para sempre, descobre que pode toca-lo. Mas Adam não é o único imune ao seu poder. Warner também pode toca-la. E agora eles estão em uma fuga desesperada por liberdade e algo maior.
        Só teve uma coisa que eu não gostei muito no livro. CADÊ O SEGUNDO E O TERCEIRO VOLUME DA TRILOGIA? O primeiro volume termina deixando no leitor um gostinho de quero desesperadamente mais. Espero que a Novo Conceito traga logo a sequencia desse livro para o Brasil porque a série é fantástica e vale super a pena ler.

Trechinho do Livro (Contém Spoiler)

Warner está gritando o meu nome e eu levanto os olhos, apesar dos meus melhores esforços.
Seus olhos são dois disparos de verde atravessando a vidraça. Penetrando em mim.
Respiro fundo e espero que eu não morra.
Respiro fundo e desço lentamente a corda.
Respiro fundo e espero que Warner não perceba o que acabou de acontecer.
Espero que ele não saiba que acabou de tocar minha perna.
E nada aconteceu. (Pág. 167)

Encontrei um Book Trailer do livro no site da Novo Conceito. Deem uma olhadinha!




3 comentários:

Débora Nascimento disse...

Fiquei louca só com a resenha... Quero lerrrrrrr!!!

Tatiellen Tarzo disse...

Estilhaça - me é um livro incrível. Ele dividiu muitas opiniões mas eu gostei bastante. O modo como a autora mostra os limites de Juliette através dos tachados foi fascinante. E o Adam... ai o Adam... quero um pra mim rsrs
Pena que vai demorar um pouco pra chegar Unravel - me porque só sai dos States ano que vem :(
Até lá, vamos sofrendo rs

Beijos

Tati - Coração Literário

Tatiana disse...

Eu adorei Estilhaça-me. Bem diferente. Acho que o estilo de escrita da autora (que incomodou alguns) ao mesmo tempo encantou várias pessoas porque dava de verdade para perceber os limites e angústias da Juliette. Só você quer um Adam? Acho que mais da metade das pessoas que leram o livro querem um.
Sério que o segundo livro só chega aos EUA ano que vem??? Vou morrer com essa espera longa e torturante.
kkkkkkkkkkkkk

Beijinhos.
:**

Postar um comentário